A DGAE já abriu a aplicação para a manifestação de preferências à Contratação Inicial/Reserva de Recrutamento de docentes. O prazo decorre entre as 10:00 horas, do dia 28 de julho de 2014, e as 18:00 horas do dia 6 de agosto de 2014. Comparativamente com o ano anterior há algumas diferenças nos limites e nos intervalos.

Concurso de Contratação Inicial - Manual de Intruções

Assim no que se refere aos limites:

  • Códigos de agrupamentos de escolas ou de escolas não agrupadas – mínimo de 25 (vinte e cinco) e máximo de 100 (cem) preferências;
  • Códigos de concelhos – mínimo de 10 (dez) e máximo de 50 (cinquenta) preferências; · Códigos de QZP – máximo de 10 (dez) preferências, sem mínimo estabelecido.

No que se refere às preferências deverão ser associadas aos seguintes intervalos de horários:

1 – Horário completo;

2 – Horário entre quinze e vinte e uma horas;

3 – Horário entre oito e catorze horas.

Há também a duração previsível do contrato que pode ser de duração anual ou temporária.

Podem consultar manual de instruções aqui:

Manual de Instruções de Manifestação de Preferências -2014

Códigos de Agrupamentos e Escolas não agrupadas para Manifestação de Preferências para Necessidades Temporárias aqui:

Códigos de AE_ENA – para efeitos de Manifestação de Preferências -2014

Mapa com QZP aqui: MAPA DE QZP

Nota: Está ser recolhida e disponibilizada quando solicitado informação aos associados da APEPCCA para que as opções a realizar sejam aquelas que melhor ajustem à realidade.

Um Novo Contrato Coletivo de Trabalho (CCT)

Novo CCT

NOVO CONTRATO COLETIVO DE TRABALHO – AEEP e FSUGT – 24-07-2014

Durante as últimas semanas a Direção da APEPCCA foi acompanhando o desenvolvimento das negociações, que culminaram na assinatura de um novo CCT, entre os sindicatos de professores da Federação Nacional da Educação (FNE) e a Associação de Escolas de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP).

Recordamos que desde o início deste processo aprovamos em Assembleia Geral (29-07-2013) uma moção em que manifestamos as nossas preocupações quanto à forma e ao conteúdo da proposta da AEEP que acompanhou e fundamentou a denúncia do CCT em vigor. http://apepcca.files.wordpress.com/2013/07/2013-06-29-moc3a7c3a3o-aprovada-em-assembleia-geral-sobre-o-cct.pdf

Este acompanhamento foi levado a cabo através da participação em reuniões sindicais, com a AEEP, com os Grupos Parlamentares e com o próprio Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Ouvindo as partes tentámos avançar sugestões de propostas concretas no sentido de salvaguardar os postos de trabalho dos professores (e restantes trabalhadores) e de dignificar o papel destes nas escolas em contrato de associação com o estado.

Assinado que foi o referido CCT, a APEPCCA está neste momento a avaliar a versão final do mesmo.

No contexto da atual autonomia curricular parece-nos que este CCT apela à responsabilidade social das direções das escolas, pois depende das decisões destas e do modo como apliquem o CCT à situação concreta de cada escola, a manutenção dos postos de trabalho dos professores e as condições de desempenho do mesmo. Exige-se compromisso, responsabilidade, coerência e ponderação na sua aplicação!  

Propomo-nos como já referimos a fazer uma leitura cuidada do documento em apreço e editarmos/apresentarmos as conclusões dessa reflexão logo que possível.

Aguardamos atentamente o contributo de todos os colegas e associados pois só através deste nos será possível inferir das implicações da aplicação da nova convenção à realidade concreta de cada estabelecimento de ensino.

A Direção da APEPCCA

2014-06-20 - APEPCCA no Diário do Minho 1

APEPCCA no Diário do Minho – 20 de junho 2014

Imagem  —  Posted: 2014/06/24 in Notícias

AG para site

A Associação de Professores do Ensino Particular e Cooperativo com Contrato de Associação (APEPCCA) elegeu na passada segunda-feira, dia 16, em Assembleia Geral, por unanimidade, os seus novos órgãos sociais para o próximo triénio 2014-2017.

Os elementos da nova Direção sublinharam a necessidade e a importância de todos os professores serem agentes ativos nos tempos que se avizinham, tendo em conta a nova proposta do Contrato Coletivo de Trabalho (CCT), a imposição da redução do número de turmas, a constante e persistente redução de financiamento e a ausência de um critério que tenha em conta a idade média do corpo docente, são situações, entre outras, que preocupam a associação porque poem em causa muitos postos de trabalho, enfraquecendo os projetos e ofertas educativos que estas escolas disponibilizam às suas comunidades.

A Direção promete continuar a sua luta no sentido de encontrar as soluções mais coerentes e justas que dignifiquem os professores das escolas com contrato de associação.

Assembleia Geral Eleitoral

Posted: 2014/06/14 in Notícias

Caros Associados,

Caros Professores,

Dando cumprimento ao estipulado no artigo 12º do Regulamento Eleitoral da APEPCCA, informa-se que foi recebida e admitida uma lista concorrente aos órgãos sociais da associação, cujo ato eleitoral, conforme convocatória já divulgada, terá lugar na próxima segunda-feira, dia 16 de junho pelas 21:15 horas, no Auditório 2 do Instituto Nun’Alvres – INA (sito na Rua Instituto Nun’Álvres, 4784-907, Areias, Santo Tirso).

A lista candidata segue em anexo e será identificada pela letra A. Seguem também em anexo as “Linhas de Ação da Lista A”.

Convidam-se todos os associados a comparecer nesta Assembleia Geral, não só para participar no ato eleitoral mas também para conhecer e discutir importantes assuntos da nossa associação, dos professores e das escolas com contrato de associação.

Com os melhores cumprimentos,

O Presidente da Assembleia Geral

Sérgio Cortinhas

logo_APEPCCA-email-2

Assembleia Geral APEPCCA – Lista A

Está disponível desde o dia 6 de agosto até às 18:00 horas do dia 12 de agosto de 2013 a aplicação para Manifestação de Preferências.

Concurso 2013

http://www.dgae.mec.pt/web/14654/162

Manifestação de Preferências à Contratação Inicial

Para a fase de manifestação de preferências para contratação apenas podem aceder os docentes que fazem parte da lista definitiva de ordenação de Julho, ou aqueles que tendo sido excluídos foi-lhes dada razão no recurso hierárquico.

Para esta fase todos os docentes são obrigados a manifestar preferências de acordo com limites mínimos e máximos. (quem optar por escolher os 10 QZP está da mesma forma obrigado a manifestar as preferências mínimas por códigos de agrupamento e de Concelho)

Os limites mínimos e máximos de códigos são os seguintes:

Códigos de Agrupamentos de Escolas: Mínimo 25, Máximo 100;

Códigos de Concelhos: Mínimo 10, Máximo 50;

Códigos de Zonas Pedagógicas: Mínimo 2, Máximo 10.

Os intervalos de horários para que podem concorrer são os seguintes:

Tipo 1: Horário completo;

Tipo 2: Horário entre 15 e 21 horas;

Tipo 3: Horário entre 8 e 14 horas.

Ainda podem manifestar a duração previsível do contrato para cada uma das preferências de acordo com as alíneas seguintes:

a) Contratos a celebrar durante o 1º Período, com termo a 31 de Agosto;

b) Contratos a celebrar durante o 1º Período, com termo a 31 de Agosto e contratos de duração temporária.

Nota: Nesta fase não existe obrigatoriedade de entregar qualquer documento na entidade de validação.

Podem consultar manual de instruções aqui:

Manual-de-Instruções-–-Manifestação-de-Preferências-–-Necessidades-Temporárias-2013

Códigos de Agrupamentos e Escolas não agrupadas para Manifestação de Preferências para Necessidades Temporárias aqui:

Lista de códigos para Manifestação de Preferências para Necessidades Temporárias

Nota: Está ser recolhida e disponibilizada informação aos associados da APEPCCA para que as opções a realizar sejam aquelas que melhor ajustem à realidade.

APEPCCA

Moção_assembleia13

2013-06-29 - Assembleia Geral APEPCCA - BRAGA1