Os custos triplicaram – Empresa Parque Escolar

Posted: 2011/03/12 in Notícias

Salas de aulas aquecidas no Inverno e frescas no Verão, quadros interactivos e retroprojectores em todas as salas, um computador para cada dois alunos, são só algumas das regalias que entraram em centenas de estabelecimento de ensino que foram requalificados pela empresa pública Parque Escolar. Só que a modernidade tem um preço alto. Em média, os consumos de água ou de energia eléctrica nas escolas que foram alvo de obras duplicaram ou triplicaram, fazendo disparar a factura mensal. Parque informático, climatização ou iluminação exterior instalados nestas escolas são actualmente um monstro guloso, que consome milhares de euros todos os meses.

Agora é preciso aprender a racionalizar os recursos energéticos e é esse o objectivo da Parque Escolar, que pretende instalar em todas as escolas intervencionadas um sistema de monitorização global “automático e permanente”, que deverá começar a funcionar no fim deste ano lectivo.

Detectar gastos mensais ou instantâneos “exagerados” e averiguar as causas que provocaram um aumento dos consumos “na ordem das duas a três vezes” é a finalidade desta monitorização, explica ao i fonte da Parque Escolar.

Segundo a empresa pública, avaliar os valores que vão resultar dessa vigilância aos consumos será o caminho para descobrir outros procedimentos que contribuam para reduzir a factura da água ou da luz: “A Parque Escolar poderá igualmente vir a promover campanhas de sensibilização de boas práticas ambientais nas escolas.” Mas haverá muito pouco a fazer para racionalizar os gastos a não ser usar o bom senso, avisa Adelaide Carvalho, directora da Escola Secundária de Benavente. A factura da água e da luz subiu de 800 para 3 mil euros e não podia ser de outro modo: “Após a requalificação, a nossa escola triplicou de tamanho, passando agora a ter 12 mil metros quadrados.”

Poupar é sempre possível, defende Adelaide Carvalho, mas os resultados nunca serão muito significativos, sobretudo na Secundária de Benavente, com 500 alunos e a funcionar das 8h30 até quase à meia-noite durante a semana: “Ventilação desligada à noite e fins-de-semana ou luzes apagadas quando as salas ou oficinas não estão a ser utilizadas são alguns dos procedimentos que adoptámos, mas essas novas práticas fazem pouca diferença.”

Por enquanto, na Secundária Avelar Brotero, em Coimbra, apenas o consumo de água pode ser contabilizado, uma vez que o sistema de ventilação está avariado: “Esse gasto passou de 1200 para 4270 euros”, conta o director, José Figueiredo. A explicação é simples – as casas de banho são agora 16, o seu número triplicou após a requalificação. Os consumos de energia podem vir a disparar quando a climatização estiver a funcionar em pleno: “No dia em que isso acontecer, teremos certamente uma factura ainda mais pesada”, explica o director, esclarecendo que a Parque Escolar promete reparar a anomalia ainda este mês.

A Escola Secundária Pedro Alexandrino, em Odivelas, tal como a maioria dos estabelecimentos abrangidos no Programa de Modernização do Parque Escolar, já teve um reforço de verbas da tutela para fazer frente às novas despesas: “A nossa escola passou a ter aquecimento e a maior parte da iluminação exterior que estava avariada está agora a funcionar”, conta a subdirectora Rosário Azevedo para justificar a subida nos gastos energéticos. Antes das obras, as escolas nem sequer usavam em pleno a capacidade energética, pois a potência instalada era insuficiente para alimentar todos os sistemas, esclarece a Parque Escolar. Os novos contadores ganharam maior potência, permitindo às escolas consumir energia a todo o vapor.

A melhor solução para reduzir os consumos, defende o director da Secundária Avelar Brotero, seria usar microgeradores de energia solar: “É um equipamento que a Parque Escolar já prometeu instalar nas escolas, mas isso ainda não aconteceu com nenhum dos estabelecimentos intervencionados”, remata José Figueiredo.

in jornal i – 7.Mar’11

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s